Câncer de divertículo uretral feminino

Câncer de divertículo uretral feminino
Câncer de divertículo uretral feminino

Um Câncer de divertículo uretral feminino se trata de uma situação incomum em que ocorre o surgimento de uma espécie de saco ao longo da uretra. Às vezes, essa formação causa a dor pélvica, gerando problemas para urinar, incontinência e a sensação de dor durante as relações sexuais.

Vale destacar ainda que esses problemas acontecem, especialmente, em mulheres que estão na faixa dos 40 a 70 anos. Um levantamento recente apontou que os divertículos uretrais podem se manifestar em cerca de 15% das pessoas que acabam por desenvolver infecções constantes no trato urinário.

No entanto, uma outra pesquisa averiguou que divertículos uretrais podem afetar até 5% das pacientes que não apresentam qualquer sintomas. Esse pequeno resultado aponta é preciso ter muito cuidado com qualquer relação de saúde e prevenção do câncer.

Prevenção e fatores de risco do câncer de divertículo uretral feminino

Mesmo que a razão para o surgimento do Câncer de divertículo uretral feminino não seja totalmente desvendada até os dias de hoje, os fatores de risco levam em consideração, a apresentação de infecções urinárias constantes, especialmente, após uma gestão e o parto da criança e ainda ao bloqueio da glândula ao redor da uretra. Todos esses fatores acabam por reduzir a força da parede uretral.

Fica evidente que os divertículos uretrais não se tratam de uma enfermidade extremamente comum. Todavia, deve-se sempre levar em consideração os sintomas que podem indicar o seu surgimento e levar até o conhecimento de seu médico para a tomada das devidas providencias, bem como a investigação dos sintomas, exames clínicos, definição de tratamento adequado e o acompanhamento para que a paciente possa se recuperar totalmente.

Tratamento indicado para o câncer de divertículo uretral feminino

No caso do Câncer de divertículo uretral feminino, a cirurgia é recomendada somente se você estiver apresentando sintomas. Mas, se os seus sinais estão suaves até o momento, você pode esperar e seguir um tratamento de acordo com as recomendações de seu médico, sempre contando com o acompanhamento de profissionais capacitados.

Afinal, uma intervenção cirúrgica pode desenvolver os mesmos problemas que apresentados pelos divertículos uretrais. Mesmo que tenha a possibilidade de trazer algumas conseqüências, é essencial avaliar todos os perigos e também os benefícios que uma cirurgia pode trazer para o seu caso. E essa decisão deve ser tomada por um médico competente e esteja acompanhando a situação do paciente.

Detalhes do tratamento de um câncer de divertículo uretral feminino

Por causa das condições delicadas dos tecidos, é fundamental que a cirurgia, caso seja a alternativa escolhida, seja efetuada por um médico especializado em urologia, com ampla experiência no tratamento desta enfermidade.

No entanto, se você passa por um procedimento cirúrgico pode se preparar para ser liberada para ir para casa dentro de pouco tempo. Porém, a paciente pode necessitar contar com o uso de um cateter por até 10 dias e também tomar antibióticos para evitar qualquer infecção. A paciente também sofrer por alguns dias com a incontinência urinaria, mas, isso deve desaparecer com o passar do tempo e a sua recuperação.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *