Câncer de Mama

Câncer de Mama
Câncer de Mama

Câncer de mama: tudo o que você precisa saber para evitar essa doença

Todos os tipos de cânceres se configuram através de um desenvolvimento rápido e caótico de células, que ganham a capacidade de se espalhar. Essas células tem a tendência de serem bastante agressivas e incontroláveis, causando o aparecimento de tumores malignos, que podem se propagar para outras áreas do corpo humano. O câncer também recebe o nome de neoplasia.

Tudo o que você precisa saber sobre o câncer de mama

Como o próprio nome deixa bastante claro, o câncer de mama afeta as mamas, que se trata de glândulas compostas por lobos, que se espalham em estruturas menores denominadas de lóbulos e ductos mamários. O câncer de mama é o tumor maligno que mais atinge as mulheres e também é que mais provoca a morte entre as brasileiras, de acordo com informações do o Instituto Nacional de Câncer (Inca).

Conforme a estimativa a respeito da incidência do câncer no país, entre 2014 e 2015 realizada pelo Inca, o Brasil conta com aproximadamente 575 mil novos casos de câncer todos os anos. Entre esses novos casos, cerca de 57 mil serão de pessoas com câncer de mama.

O câncer de mama é bastante incomum para pessoas com menos de 35 anos, mas a partir dessa idade a sua ocorrência aumenta rápida e progressivamente. É essencial destacar que nem todos os tumores nas mamas são malignos e que esse tipo de câncer também pode aparecer em homens, mesmo que em uma quantia consideravelmente inferior.

Boa parte dos nódulos ou caroços encontrados na mama é benigna, só que isso apenas pode ser comprovado através da realização de exames médicos.

Diagnostica precoce é a melhor prevenção

Quando descoberto e tratado ainda em seu estágio inicial, ou seja, quando o nódulo tem menos de um centímetro, as possibilidades de cura do câncer de mama são enormes e chegam a até 95%. Os tumores dessa magnitude são muito pequenos para serem notados no exame de toque ou na palpação.

Todavia, podem ser facilmente encontrados na mamografia. Portanto, é essencial que toda a mulher realize uma mamografia anualmente a partir dos seus 40 anos.

Causas do câncer de mama

O câncer de mama e, até o câncer de maneira geral, não conta com uma razão única. O seu aparecimento pode ser entendido por causa de um conjunto de elementos de riscos, alguns que podem ser mudados, outros não, infelizmente.

O histórico familiar é um importante elemento de risco que não pode ser modificado para evitar o câncer de mama. As mulheres que possuem parentes de primeiro grau, isso significa, mãe ou irmã que apresentaram a doença em torno dos 50 anos, podem ser mais propensas a desenvolver o sintoma.

Entre outros fatores de risco não modificáveis aparecem ainda o envelhecimento, a menarca precoce (quando a primeira menstruação da garota ocorre antes dos seus 11 anos), a menopausa tardia (quando a última menstruação da mulher ocorre depois de seus 55 anos), jamais ter engravidado ou ter dado a luz ao seu primeiro filho após os 30 anos de idade.

Já os elementos de risco que podem ser mudados estão bastante ligados ao estilo de vida da pessoa, como o sobrepeso e o consumo frequente de álcool, mesmo que seja em uma quantia moderada.

Adotar um estilo de vida mais saudável e diminuir o consumo de bebidas alcoólicas também representa uma redução no risco de desenvolver o câncer de mama. Todavia, a adoção de uma vida mais equilibrada jamais deve ser um motivo para interromper as consultas ao ginecologista, que também engloba a realização da mamografia todos os anos a partir do 40º aniversário da mulher.

Tratamento do Câncer de Mama

Existem diversas formas de tratamento do câncer de mama nos dias de hoje, listamos a grande maioria em um artigo, e você pode conferir clicando aqui.

Reportagem: Dúvidas sobre o câncer de mama


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *