Câncer de Ovário

Câncer de Ovário
Câncer de Ovário

Câncer de ovário: tudo o que você precisa saber sobre a doença

Entre todos os tipos de cânceres nas mulheres, o câncer de ovário é que conta com um índice de sobrevivência menor. Ele é descoberto em quase 250 mil mulheres ao redor do mundo todos os anos e é responsável por 140 mil mortes anualmente. As estatísticas mostram que somente 45% das pessoas afetadas tem chance de sobreviver por cinco anos, comparando com os expressivos 90% das mulheres que se recuperam após um câncer de mama.

Vale destacar que os países de primeiro mundo também são afetados por essa enfermidade. Mas, os sintomas são, algumas vezes, compreendidos de maneira errada, o que mostra que pode ser confundido com uma enfermidade menos série, principalmente, doenças gastrointestinais.

Boa parte das pacientes somente é diagnosticada nas etapas avançadas da doença, quando o tratamento se torna bastante difícil. Porém, não existe ainda nenhum exame simples ou de rotina para identificar esse câncer. Não há testes precisos e seguros o câncer de ovário, o que existe é uma quantidade de elementos que elevam a probabilidade da mulher desenvolver a doença.

Fatores de risco de Câncer de Ovário

Portanto, é indicado que as pessoas fiquem atentas a qualquer mudança de seu corpo e/ou organismo e busquem por uma opinião médica rapidamente. Confira a seguir alguns fatores que elevam consideravelmente as probabilidades de uma mulher sofrer com o câncer de ovário:

1 – Idade

Boa parte dos casos acontece em mulheres acima dos 55 anos, idade em que atingem a menopausa. Mas alguns tipos de câncer de ovário podem surgir também em jovens.

2 – Histórico familiar

As mulheres que correm mais risco de desenvolver o câncer são aquelas que tem três ou mais familiares que tiveram câncer de mama, de ovário, do útero ou do cólon.

3 – Genética

O perigo também cresce quando a pessoa é portadora de anormalidades em certos genes.

4 – Outros elementos de risco

Vale destacar que o câncer de ovário é o sétimo que mais atinge as mulheres em todo o planeta, sendo o câncer ginecológico mais agressivo. Por isso, é importante ficar atenta a outros fatores de risco, como, por exemplo: mulheres que nunca chegaram a engravidar, que nunca utilizaram as pílulas anticoncepcionais, que começaram o ciclo menstrual precocemente e passaram pela menopausa tardiamente.

Sintomas de Câncer de Ovário

Na maioria das vezes, os efeitos do câncer de ovário podem ser interpretados como outras causa mais simples. Hoje em dia, os especialistas afirmam que a freqüência e a mistura dos sintomas podem auxiliar os médicos a diagnosticar facilmente.

Por isso, se a mulher sentir um ou mais dos sintomas por mais de três semanas precisa procurar as indicações de seu médico:

1 – Aumento do volume da região abdominal

2 – Problemas para conseguir comer por causa da sensação de plenitude.

3 – Dor abdominal

4 – Necessidade de urinar frequentemente

Prevenção de Câncer de Ovário

Hoje em dias, há duas possibilidades para diminuir as chances de câncer de ovário:

1 – Pílula anticoncepcional:

Tem se observado que os contraceptivos diminuem a possibilidade de câncer em até 60%.

2 – Cirurgia preventiva

A cirurgia preventiva para retirada dos ovários e as trompas, se os testes apontarem um grande risco de câncer. Mas, essa probabilidade precisa ser fortemente debatida com o médico. Para quem já está na menopausa, a cirurgia pode diminuir a possibilidade de câncer em até 90%, além de também evitar outros problemas relacionados.

Para quem está na etapa que antecede a menopausa, a cirurgia pode representar uma diminuição do risco de câncer de mama de até 70%.

Vídeo sobre Sinais e Sintomas do Câncer de Ovário


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *